Diretoria de Mulheres do CAAP promove palestra: “Isoladas e violentadas: o Estado, o Direito e a Sociedade no combate à violência doméstica em tempos de pandemia”

Por que o aumento da violência doméstica em meio ao isolamento social? Quais são os limites da atuação estatal e do Direito no combate a esse cenário? O que podemos fazer para ir contra a esta realidade?
Fabíola Sucasas, promotora do grupo de enfrentamento à violência doméstica do Ministério Público de São Paulo, chama atenção para o fato de que o confinamento amplia o acirramento das tensões de um relacionamento abusivo e reduz as condições da mulher de conseguir ajuda. Dados do Núcleo de Gênero e do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAOCrim) indicam que a violência contra mulher cresceu 30% durante o primeiro mês da quarentena em São Paulo.
Diante desse aumento, é necessário questionar e refletir acerca de nosso contexto. A violência sempre marcou a existência das mulheres e agora se torna ainda mais evidente.
Nesse sentido, a Diretoria de Mulheres do CAAP convida a todos para a live "Isoladas e violentadas: o Estado, o Direito e a Sociedade no combate à violência doméstica em tempos de pandemia". O evento ocorrerá na quinta-feira, dia 07 de maio de 2020, às 18h, via Hangouts Meet, por meio do link meet.google.com/jbx-xvif-bwi e contará com a presença da doutoranda da Casa Maíra Fernandes, com a mestranda da Casa Fernanda Araújo Pereira e com a delegada Luciana Libório da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher.